Alguém percebe de sonhos?


Sonhei com amores impossíveis. Com duas pessoas que nunca vi, em toda a minha vida. Com uma história tão forte, e tão triste, que fui incapaz de assistir de forma impávida e serena. Sonhei com a morte de um deles, e comigo a chorar junto ao rio, por baixo do prédio onde viviam. Eu estava sentada em cima de uma pilha de sacos de lixo e olhava para a água, que não tinha fim. O meu pai apareceu, abracei-o e continuei nisto.

Escusado será dizer que acordei de repente, lavada em lágrimas, como se tudo isto tivesse sido real, como se dois desconhecidos imaginários me pudessem afectar.

E afectaram, porque eu senti a sua dor. Mesmo sendo apenas um sonho.
© POST-IT AMARELO 2014 | TODOS OS DIREIROS RESERVADOS

PARA MAIS INFORMAÇÕES:
♥ dopostit@gmail.com
♥ https://www.facebook.com/postit.amarelo
imagem-logo