A partir de agora, é guerra


Tenho um problema com as pequenas megeras deste mundo. Um problema grave ao ponto de me perder em pensamentos sempre que as tenho à frente: imagino-me a puxar-lhes o cabelo fazendo-as bater com a cabeça contra a parede por repetidas vezes, as suficientes para admitirem que não passam de víboras disfarçadas, e nem tão bem disfarçadas assim. São as chamadas penetras: vêm parar ao nosso grupo de amigos arrastadas por algum dos membros, que entretanto já se fartou da criatura. Nunca estão satisfeitas, são geralmente impacientes, têm problemas de auto-estima e tendem a bater com o pé em todas as discussões e a gritar bem alto para o disfarçar.

E quando, mesmo assim, tentamos manter o mínimo de harmonia na relação com a dita cuja, porque nos parece ser por bem a conservação de um ambiente de convivência pacífica, esperamos, pelo menos, o mesmo da outra parte. Mas não. A sua preferência é por um contexto de guerra fria. E já não há paciência, a sério que não.

Isto acabou de se tornar pessoal.
© POST-IT AMARELO 2014 | TODOS OS DIREIROS RESERVADOS

PARA MAIS INFORMAÇÕES:
♥ dopostit@gmail.com
♥ https://www.facebook.com/postit.amarelo
imagem-logo